[Editorial] A importância do multiplayer e as críticas ao PUGB

Decidi iniciar este tópico, com um caráter um tanto editorial mas com o objetivo central de iniciar um debate sobre a importância do multiplayer contemporâneo em face às críticas recentes que tenho visto de alguns gamers (em especial sonystas) de outros canais ao PUGB, mais recente jogo em ascensão que já um sucesso mundial e anunciado recentemente como destaque exclusivo para o novo console da Microsoft, o Xbox One X. Continuar lendo [Editorial] A importância do multiplayer e as críticas ao PUGB

[Análise do Fórum] – Doom – o clássico FPS encontra o novo

Uma Franquia Importante

DOOM: Acredito que qualquer jogador, até mesmo os mais causais, reconheçam esse nome.
Confesso que nunca fui um grande jogador do velho Doom, até porque em 1993 (época que o jogo original foi lançado) eu tinha um Mega Drive e o PC na casa de meus pais era proibido de colocar jogos pelo medo de “estragar” (e isso sempre acontecia  ). Ainda assim, eu e meus irmãos instalamos e jogamos Doom o tempo que deu pra jogar. Continuar lendo [Análise do Fórum] – Doom – o clássico FPS encontra o novo

[Análise do Fórum] – Halo Wars 2 por Felipevasco

UM POUCO DE HISTÓRIA

“Depois de um longo período de sono criogênico os tripulantes da nave Spirit Of Fire despertam em momento totalmente conturbado. Após serem noticiados pela IA Isabel, os passageiros tomam ciência de que acordaram no mais profundo pesadelo. Liderados por um temível inimigo (Atriox), rebelados do covenant tomam posse de um planeta repleto de tecnologia Forerunner. Cabe aos sobreviventes impedir que esse novo inimigo se fortaleça e torne-se uma ameaça ainda maior.” A narrativa do spin-off não é lá muito profunda, mas serve muito bem de pano de fundo para a campanha. Parte do enredo apresenta novos personagens interessantes que poderiam ser muito bem aproveitados ao jogo principal. Continuar lendo [Análise do Fórum] – Halo Wars 2 por Felipevasco

[Análise do Fórum] – State of Decay por HelderSR

State of Decay é um jogo focado em sobrevivência e com um enredo bem simples como pano de fundo. Não temos um personagem central, mas sim o controle de diversos personagens que ao longo do jogo recrutamos para nossa base. O objetivo é sobreviver, já que a morte é definitiva.

Cada personagem tem suas próprias características e habilidades, a evolução dos personagens ocorre conforme você joga com tal. Devido a escassez de recursos, é interessante criar perfis de combate diferentes para cada um. Um personagem especialista em arma branca cortante, outro em escopeta, outro em fuzil e assim por diante.

Nem todos os personagens são jogáveis e para podermos controlar determinado personagem antes precisamos ganhar a confiança do mesmo. Eu, por exemplo, tive 22 pessoas na minha base e claro que podemos recrutar um número maior, mas lembre-se que quanto mais pessoas, mais recursos precisará para manter o bom funcionamento da base. E falando em bom funcionando da base, gerenciar um grupo de sobreviventes não será uma tarefa fácil. Continuar lendo [Análise do Fórum] – State of Decay por HelderSR

[Análise do Fórum] – RiME por Senta a Pua

Uma Experiência Poética

Rime é um jogo de aventura com grande enfoque nos Puzzles. Ele não conta com qualquer arma, barra de vida ou inventário. Sua única “arma” na verdade é a sua voz (Y), que pode ser usada para interagir com muitos elementos no jogo. Outros comandos são um botão de pulo (A), outro de rolamento/agachamento (B) e o de pegar/carregar objetos (X).

Tudo no jogo tem muita sensibilidade. Desde a beleza bucólica dos cenários muito bem desenhados, com cores vivas e ciclo de dia e noite com direito a constelações no céu, até a trilha sonora que combina muito bem com o tom do jogo. A câmera ajuda ainda mais no clima contemplativo, com momentos em que ela afasta bastante para admiramos todo o esplendor da ilha. Continuar lendo [Análise do Fórum] – RiME por Senta a Pua

[Análise do Fórum] – Blazblue Chrono Phantasma Extend por jairopicanco

Análise do Fórum: Blazblue Chrono Phantasma Extend, é a versão definitiva da terceira versão da conceituada franquia de luta Blazblue, lançado para Xbox One (e PS4 também) em 29 junho/2015.
O jogo possui um visual bem ao estilo Anime japonês, feito com sprites 2D convencionais. Por sinal, muito belos. Continuar lendo [Análise do Fórum] – Blazblue Chrono Phantasma Extend por jairopicanco